27 de setembro de 2016

BOM DIA, AMOR.


― Bom dia, amor. Acorda! Tá na hora de ir ao trabalho. Seu celular despertou e pelo jeito você não ouviu tocando como sempre, né? Eu ouvi, acordei, levantei, desci, preparei o café e subi para te acordar. Demorei um pouco porque sei que você gosta de dormir mais dez minutinhos. Vem, anda, agora tá na hora! Dá um beijo aqui, levanta e para de preguiça. Vamos descer antes que fique tarde e não dê tempo de tomarmos café. A sua toalha tá na porta do banheiro e a sua roupa de ir ao trabalho está ali no criado-mudo. A maquiagem tá na sua bolsa, o seu cinto na gaveta e o seu salto-alto ali no pé da cama. Tem um batom ai no guarda-roupa que você esqueceu aquele dia. Você sempre esquece algo, né! Quando não esquece o brinco, esquece o batom. Quando não esquece o batom, esquece a calcinha. Queria que você esquecesse você mesma e ficasse aqui para sempre, não iria te devolver nunca. Óh, vou descer e te espero lá na cozinha para tomarmos café juntos antes de sairmos para mais um dia de luta. Ah, vem aqui, deixa eu te falar: Meu, eu amei ontem. Tivemos mais uma noite maravilhosa, né? Como sempre. Mas essa foi bem mais intensa. Você foi demais e me enlouqueceu. Meu coração tremia ao te tocar. Minha boca tinha sede de você. Meu corpo soava com o nosso mel. Espero que todos as nossas noites sejam assim: intensas e marcantes. É muito bom quando você dorme aqui e não tem pressa para ir embora. Fico feliz quando eu acordo e vejo que você ainda está na cama esperando pelo meu beijo de bom dia. Não tem coisa melhor que isso, sabe; de ter alguém que chega, que fica e não se preocupa em ir embora. Oh, olha aqui nos meus olhos, de uns dias pra cá você tem sido uma pessoa maravilhosa. Sinceramente mesmo; adoro seu carinho, seu jeito e a sua atenção. Você desperta em mim o meu lado mais bonito; e eu agradeço, claro. Fazia tempo que eu não me sentia assim: realizado e completo. Ontem foi mais um dia pra ficar marcado no meu coração, e hoje, te espero novamente. Desculpa o abuso e o vício de você, é que te quero todos os dias. Porque você sabe, não tem nada mais viciante do que ficar perto de quem a gente gosta e fazer amor com o amor. Bom, vamos... antes que o café esfrie. 

Fernando Oliveira.


Um comentário: